Faça login na sua conta!

Ainda não tem uma conta? Cadastre-se agora mesmo!

Mega Colunistas

Colunistas

Amigos Tornam A Nossa Vida Mais Leve

Publicado em 09/04/2021 - 18:33 Por Letícia Lagoa
destaque
Créditos da imagem: acervo do site Lagoa da Terra

No podcast da última coluna, Uma janela para a vida no isolamento social, falamos muito sobre maneiras criativas para aliviar situações de medo, insegurança e ansiedade que estamos vivendo. Sair do caos do isolamento em casa e deixar a vida mais leve, na medida do possível. A nossa psicóloga convidada citou até a “amigaterapia” como uma terapia informal para mantermos o equilíbrio. Você ainda não ouviu falar? A gente explica. 

Quem aqui já dividiu momentos de descontração ou de dificuldades em um ombro amigo? Chorou as mágoas de um amor não correspondido ou deu risadas até a barriga doer? Sim, euzinha e, provavelmente, você também. 

Ok, mas como esta terapia informal, feita entre amigas ou amigos, influenciaria na nossa saúde? Bom, sempre gosto de escrever assuntos que têm embasamento científico e resolvi ir atrás destas pesquisas. 

O tema começou a ser estudado, no final da década de 30, em uma das mais conceituadas universidades do mundo. Com a ajuda de voluntários de todas as idades, os pesquisadores de Havard concluíram que o fator que mais influencia no nível de saúde das pessoas não é a riqueza, a genética, a rotina e muito menos a alimentação. São os amigos.  A explicação é que o corpo produz mais o hormônio ocitocina quando nos interagimos e o resultado disso é bom humor, baixos níveis de estresse, aumento da imunidade e, consequentemente, menos doenças. E mais, ter laços fortes de amizade aumenta nossa vida em até 10 anos, segundo eles. 

Confesso que eu já vinha refletindo sobre isso. Como é difícil ficar longe de quem a gente mais gosta nesse momento de pandemia! O vírus veio com tudo e nos tirou a liberdade de estarmos juntos, de abraçarmos e até de chorarmos no ombro amigo. Tivemos que nos afastar das pessoas queridas para preservar a nossa saúde e a delas também. 


Meus amigos sumiram, e agora?

Seja por um conflito no passado, expectativas frustradas ou pelo isolamento social, é doloroso e marcante ficar longe deles, sem dúvida alguma. Principalmente, quando se tratam daquelas amizades “grudes” que faziam parte da nossa rotina.

A boa notícia é que, primeiro, os especialistas afirmam ser muito mais fácil resolver um conflito entre amizades verdadeiras do que entre casais. Ter uma conversa sincera e aberta é o melhor remédio. Mas se nada resolver, não adianta forçar a barra, só vai lhe causar mal.  

Segundo, faça novos amigos. A mesma pesquisa no qual diz que amigos fazem bem, novas amizades fazem bem mais! A ocitocina dá aquele impulso inicial às relações e age mais rápido.  

Claro, você deve estar se perguntando... mas e a quarentena??

Quem reclamava, antes do isolamento, que não tinha tempo de sobra ao longo do dia para encontrar os amigos, agora é uma boa oportunidade.  Você não irá precisar sair de casa e já vai economizar um tempão com deslocamentos e trocas de roupa, certo? Então, que tal passar a mão no celular e ligar para aquele seu amigo do peito hoje? Aproveite e faça chamadas em grupo e ponha a conversa com todos em dia.

Ou, pode também começar um papo bem legal nas redes sociais com um dos milhares de internautas que tenham os mesmos interesses que você. Quando tudo isso passar, vocês combinam de ser encontrar pessoalmente para dar aquele abraço apertado. 

Eu sei que falar parece fácil, não é todo mundo que consegue ver o lado bom numa situação ruim. Mas isso vai passar, acredite. 

E pra mantermos as vibrações positivas, pense em quais amigos você daria um abraço virtual nesse momento. Tente criar a situação na sua mente, sinta o calor do corpo e abra aquele sorriso. Já vai te fazer um bem danado só de saber que eles existem e são de verdade!


;

;

;

;


;

Tags: ansiedade, pandemia, amizade, terapias integrativas, meditação, coronavírus, saúde mental, depressão, estresse, bem-estar, equilíbrio
 Letícia Lagoa Letícia Lagoa
Reviva PlenaMente

Jornalista há mais de 20 anos, sendo a maior parte da carreira dedicada às matérias esportivas nacionais e internacionais. Foi editora-chefe e apresentadora do Globo Esporte da TV Integração, repórter da Globo Minas e, na Globo São Paulo, integrou o quadro de editores do SPORTV. Anos atrás, ao enfrentar uma depressão profunda, transformou a tristeza em aprendizado. Hoje estuda e se dedica exclusivamente às técnicas e métodos que promovem a saúde e o bem-estar das pessoas. É mestre em reiki, aromaterapeuta, praticante de mindfulness e iogue pelo IEPY/Instituto Kaivalyadhama. Acredita que cada história é única, mas que todos podem se reinventar, renascer e sair mais fortes de situações impostas pela vida, quantas vezes for necessário.

Leia também: As dietas que nutrem o corpo e a alma