Faça login na sua conta!

Ainda não tem uma conta? Cadastre-se agora mesmo!

Mega Colunistas

Colunistas

Ufa! 300 maratonas

Publicado em 25/02/2022 - 19:45 Por Nilson Lima
destaque
Créditos da imagem: Imagem de arquivo pessoal

Correr é um ato voluntarioso simples, ninguém precisa ser maratonista para curtir o poder de suas sutilizas. Até nas prazerosas corridas de fim de semana podemos aproveitar o que há de bom na atividade. E o prazer de extrapolar essas barreiras pode ser um estilo de vida de cada um. 


Sou um apaixonado por corridas, especificamente as maratonas, por elas já rodei o mundo. Dentre os 42 quilômetros e acima, já foram 292 provas. Viajar e correr faz parte da minha vida. Foi assim que competi, em 42 países, 4 continentes e em todos os países da América do Sul. Já exagerei por aí, correndo maratonas sequenciais, quando conclui o desafio de correr 50 maratonas nos 50 estados americanos, feito homologado como o único brasileiro. 


Sei que o exagero da maratona não é recomendado para qualquer um, ela é desgastante. Por qualquer ângulo que se olhe, é um excesso. Claro, não faço isto de forma irresponsável. Além dos cuidados médicos de rotina, estou sempre amparado, com os melhores profissionais, necessário para seguir com segurança. 




Comecei a correr maratonas com 45 anos, hoje aos 69, ainda me sinto com a energia das primeiras passadas. 

E é com esta disposição e um exagero monitorado que no próximo dia 22 de maio, está programado minha maratona de número 300.


Depois de correr em várias partes do mundo, poder vivenciar este momento histórico, com os amigos em minha cidade e ainda por cima, em uma maratona que leva o meu nome é um orgulho. No mais, a certeza de que viver com intensidade fazendo o que gosta, sempre há de valer a pena. Participe desta festa, nos vemos na 300ª !!



Tags: Correr pelo mundo, a importancia da atividade física
 Nilson Lima Nilson Lima
Por aí, com Nilson Lima

Nilson Lima é um apaixonado por corridas, entre maratonas e ultras, prova de 42k e acima, foram 295 pelo mundo, um acidente domestico adiou o sonho das 300, mas este sonho continua. Chegou perto do honroso sub3 na maratona, seu RP (recorde pessoal), nos 42k é de 3:00:02. A ultra maratona mais longa que fez foi de 135 milhas (217km). Já correu em 42 países, 5 continentes, 10 Boston, 7 Comrades (90k, Africa do Sul), as 6 Majors (Londres, Berlim, Tóquio, Chicago, Boston e Nova Iorque), 50 maratonas nos 50 estados americanos e em todos os países da América do Sul. É grato pela maratona Nilson Lima de Uberlândia, única do país com o nome de um corredor. Parte da sua história está no livro "No caminho eu conto". Por aqui, pretende compartilhar histórias e experiências que sirvam de inspiração para estimular e promover a prática da atividade física em geral.

Leia também: Sonho adiado