Faça login na sua conta!

Ainda não tem uma conta? Cadastre-se agora mesmo!

Mega Colunistas

Colunistas

Ano Novo, Novas Propostas

Publicado em 25/12/2020 - 10:00 Por Nilson Lima - Artigo editado em 25/01/2021 - 14:20
destaque
Créditos da imagem: Imagem web

Não tem mais espaço para aquelas velhas promessas de sempre:  "No próximo ano, eu vou me exercitar. A partir do ano novo, eu vou emagrecer. Vou largar vícios. Vou parar de fumar, eu vou..."

 

Imagem da web
Imagem da web

Este foi um ano atípico, enfrentamos desafios nunca antes imaginados. Aprendemos sobre gestão, empatia e o mais importante, cuidar da nossa saúde.  Não tem mais espaço para aquelas velhas promessas de sempre:  "No próximo ano, eu vou me exercitar, a partir do ano novo, eu vou emagrecer, vou largar vícios, vou parar de fumar, eu vou...". Foi preciso trocar os maus hábitos por rotinas saudáveis, criando assim uma nova realidade.


Imagem da web
Imagem da web

Mas, isto não significa também ter que seguir o conceito do “no pain, no gain” ou seja, sem dor não há ganho. Muitos exageram achando que deve se exercitar até o limite para ter algum resultado. Não fomos feitos para ficar parados, mas também não formos feitos para nos exercitarmos ao extremo. A palavra chave sempre é: equilíbrio. Ao exercitar, ouça os sinais de desconforto emitidos pelo seu corpo – ele fala! E cabe a cada um respeitar o que ele diz.



Imagem da web
Imagem da web

Não é preciso chegar à exaustão para ter benefícios. A orientação de um profissional é o melhor caminho. Porém qualquer esforço é válido para se mexer. Troque o elevador pela escada, deixe o carro em casa e faça a pé sua rotina diária. Enfim use sua imaginação para criar novos hábitos. Dê a você este presente de Ano Novo: Mais saúde e bem-estar. Você merece! Feliz Ano-novo, com uma nova proposta de vida.


Tags: Atividade fisica, Saude, estilo de vida
 Nilson Lima Nilson Lima
Por aí, com Nilson Lima

Nilson Lima é um apaixonado por corridas, entre maratonas e ultras, prova de 42k e acima, foram 271 pelo mundo, a pandemia adiou o sonho das 300, mas este sonho continua. Chegou perto do honroso sub3 na maratona, seu RP (recorde pessoal), nos 42k é de 3:00:02. A ultra maratona mais longa que fez foi de 135 milhas (217km). Já correu em 41 países, 5 continentes, 9 Boston, 7 Comrades (90k, Africa do Sul), as 6 Majors (Londres, Berlim, Toquio, Chicago, Boston e Nova Iorque), 50 maratonas nos 50 estados americanos e em todos os países da América do Sul. É grato pela maratona Nilson Lima de Uberlândia, única do país com o nome de um corredor. Parte da sua história está no livro "No caminho eu conto". Por aqui, pretende compartilhar histórias e experiências que sirvam de inspiração para estimular e promover a prática da atividade física em geral.

Leia também: Mudança De Hábitos