Faça login na sua conta!

Ainda não tem uma conta? Cadastre-se agora mesmo!

Mega Colunistas

Colunistas

Tour de Brechó - O GARIMPO!

Publicado em 28/06/2021 - 18:36 Por Letícia Braga
destaque
Créditos da imagem: internet
Já garimpou em brechó?! Conhece mesmo esse universo e todas as possibilidades que o mercado de usados pode te oferecer?

Hoje vou começar uma série de posts sobre esse tema! Vem comigo?!

Eu tenho peças garimpadas em brechó há anos. Visitei alguns na companhia de amigos, outros conheci nas feirinhas que sempre adorei frequentar, e que agora não estão acontecendo por conta da pandemia =(. Por outro lado, com essa coisa toda das redes sociais, passei a seguir vários perfis de lojas de usados e então vinha acompanhando assim, de forma bem superficial...


((Essa calça xadrez foi minha aquisição mais recente em brechó! Maravilhosa, né?))

Mas desde que comecei a refletir mais sobre o que as roupas representam pra mim, e sobre essa opção por um consumo mais consciente que envolve toda a cadeia de produção por trás do que visto, o mundo dos brechós me fascinou de vez! E me despertou um interesse genuíno por conhecer melhor a engrenagem toda que faz esse mercado girar. 

Quando a gente pesquisa um pouco mais vai descobrindo que, assim como qualquer negócio que envolve  compra e venda de roupas, a aquisição em si, que no caso dos brechós a gente chama de "garimpo", é só a ponta do iceberg. Mas como o assunto é amplo, nesse post eu quero me concentrar nesta etapa, que representa o primeiro contato do consumidor com esse tipo de experiência. 

Pra mim, o ato de "garimpar" não é tão simples quanto entrar em uma loja e escolher aquela peça "nova" que atendeu às suas expectativas. Dá um pouco mais de trabalho sim, uma dedicação natural a tudo aquilo que realmente envolve afeto. Mas, no fim, o processo torna sua relação bem mais pessoal e única com aquilo que você "garimpou" e, consequentemente, com seu estilo. Sem contar os preços, na maioria das vezes bem mais atrativos, e aquela sensação de peça única que só uma usada pode proporcionar! =P


((Garimpei essa blusa de babados porque achei ela tão ÚNICA E ATEMPORAL!)) 

Separei algumas dicas pras brechozeiras de primeira viagem, com um pouco do que é preciso saber pra ter uma experiência incrível com sua roupa de brechó! Confere só:

1) ENCONTRE O BRECHÓ QUE SE ENCAIXA NO SEU PERFIL

A diversidade de nichos e tipos de brechós é infinita! Tem desde aqueles que são especializados em peças super antigas (que agradam a galera "vintage"), passando pelos temáticos, os que se concentram em roupas de grife... tem também aqueles beneficentes (onde você encontra de TUDO) até os mais modernos mesmo, com roupas que acompanham as tendências mais quentes da moda. Pra encontrar "o seu", tem que pesquisar mesmo! 

Mas sabe o que é mais bacana nisso? Quando você encontra um brechó que fala a "sua língua", encontra ali também uma comunidade de pessoas que se identificam com você, desde o proprietário da loja, passando por possíveis vendedores, até o outros clientes. E aí se inicia uma troca super legal, que estimula e inspira!


((Essa blusa de poá eu garimpei em um brechó que é a minha cara!))

2) TENHA A SANTA PACIÊNCIA

Paciência para procurar a peça perfeita pra você! Como são únicas, elas podem demorar a aparecer. É preciso ter foco e um "olho clínico" que a gente desenvolve junto com a habilidade de garimpar. 

Na primeira experiência, pode ser que você fique algumas horas naquela loja ou site até bater o olho naquilo que realmente deseja, e que se encaixa no seu tamanho e no preço que está disposta a pagar. Essa paciência é super sadia porque aguça nosso senso de necessidade. Você se torna mais criteriosa nas escolhas, e isso é ótimo para refinar seus gostos e se aproximar de verdade do seu estilo e da sua essência!

3) NORMALIZE PEQUENOS DEFEITOS OU FALHAS

90% das peças de 90% dos brechós que você conhecer terão algum tipo de imperfeição. Mana, essa peça tem história! E histórias deixam marcas, não é mesmo? E vou te contar um segredo, aqui entre nós: nem as peças novas são perfeitas, ok?! 

Então, se perceber aquela manchinha que mais ninguém vê, aquele furinho bem escondido ou uma linha descosturada... relaxa! Se você amar o garimpo, pode ter certeza que investimento vale a pena!

4) SAIBA QUE TALVEZ VOCÊ PRECISE FAZER AJUSTES

Aposto que você já comprou uma peça nova um pouco maior que o seu tamanho e não teve dúvidas de que, com um pequeno ajuste, ficaria perfeita! Nós brechós também é assim! Se você se apaixonar mesmo e o item precisar de um reparo, vai lá e faz! Só te aconselho colocar na ponta do lápis se esse ajuste não vai sair caro demais. 

5) PREÇO NÃO É TUDO!

Essa dica é pra quem gosta mesmo de quantidade! A gente sabe que os preços costumam ser bem atrativos nos brechós, né? Mas cuidado pra não fazer disso uma justificativa pra sair comprando tudo o que vê pela frente,  mulher! "Só porque está baratinho" não é desculpa pra se descontrolar.

Sem contar que a ideia aqui é economizar e se aproximar do seu estilo de forma consciente, né não?! Não se esqueça jamais da sua essência!

6) NÃO TENHA VERGONHA DO SEU GARIMPO!

Se você está linda e satisfeita com sua peça garimpada maravilhosamente num brechó, isso é motivo de orgulho e não de vergonha. Ter consciência de que seu estilo é muito mais do que "o quanto você gasta" ou "onde você está comprando"...  Sem contar que sustentabilidade, economia e inteligência na hora de se vestir estão super na moda, vai por mim! 


((Tenho o maior orgulho de dizer que garimpei essa camisa floral perfeita em um brechó, e as pessoas ficam de cara com a beleza e qualidade dessa peça!))

E eu queria terminar esse texto com uma reflexão: é fato que esse mercado é cheio de nuances, de particularidades e extremamente diversificado. Mas alguma coisa me faz acreditar que estamos vivendo uma aceleração do acesso mais amplo a esse tipo experiência de consumo. Sinto também que, apesar disso, ainda existe muito preconceito e desconhecimento quando o assunto é comprar usados. Especialmente porque, apesar de ser um mercado que tem força, milhares de clientes e muita tração, ainda é silenciado pela maioria dos influenciadores e produtores de conteúdo do segmento da moda. 

Então, faça essa ideia girar: seja mais do que cliente, seja parte do processo!

Eu vou continuar falando sobre isso por aqui e nos próximos posts a gente avança mais um pouco nessa aventura, combinadas?!

Até lá, se você garimpar alguma peça incrível ou tiver uma dica de brechó bem legal, me conta nos comentários, que eu quero saber!

Até a próxima, manas! =)

;

Tags: roupa, moda, estilo, moda feminina, afeto, brechó, moda consciente, moda inteligente, consumo consciente, estilo, amor próprio
 Letícia Braga Letícia Braga
Moda Com Afeto

Uma jornalista que, nas horas vagas, gosta de dar pitacos sobre roupas e afetos. Uma mulher, se redescobrindo aos 30 anos, e fazendo as pazes com a sua imagem através da moda. Me acompanhe também no Instagram: @leticia_braga.

Leia também: JEANS: um Clássico!