Faça login na sua conta!

Ainda não tem uma conta? Cadastre-se agora mesmo!

Mega Colunistas

Colunistas

O Novo Velho Centro

Publicado em 28/01/2021 - 18:38 Por Vanessa Carlos
destaque
Créditos da imagem: internet
Quando eu era criança, ouvia com frequência minha mãe falar que iria no Centro para passar os pedidos do meu pai para São Paulo. Ele era representante comercial de uma empresa que comercializava peças de carro. Vendia, entregava os pedidos dos clientes pra minha mãe e ela ia com frequência nos Correios para datilografar as informações. Depois compramos um telégrafo, um fax... 

Crescemos, nos modernizamos e a mãe nos levávamos para o Centro de Uberlândia para comprar o que precisava como roupas, calçados, presentes. Era passeio em família: eu, ela e o meu irmão. “O que você vai fazer no sábado cedo? Vou no Centro”. A ida e a volta eram de ônibus quando nem existia o Terminal Central. Eu fiquei bem triste quando anunciaram na década de 1990 que ali, o local onde montavam o parque de diversões (ao lado da praça Sérgio Pacheco), seria um terminal de ônibus. Mas, e o parque iria pra onde? E o que era um terminal? Outra curiosidade era saber o que estava acontecendo do lado de dentro dos tapumes que cercavam a praça Tubal Vilela quando o espaço passou por uma revitalização, também na década de 90,  fecharam tudo para melhorar a praça. E aquele monte camelô, iria pra onde? Depois descobri sobre o novíssimo Camelódromo Central e hoje quando passo em frente a praça Tubal e vejo tantos vendedores ambulantes e agora também refugiados de outros países, vejo que nem tudo avançou tanto assim. O impacto social está lá.

Em 2020, a CDL (Câmara de Dirigente Lojistas) lançou um projeto de Revitalização do Centro. A proposta é de dois gigantescos centros comerciais, transporte exclusivo para fazer a ligação entre o começo da avenida Afonso Pena até o Terminal Central. Os ônibus do transporte público teriam outra rota. E o comércio do Centro receberia um incentivo público (como isenção do IPTU) para estimular reformas. Esta é a proposta.



Aqui na minha Memória da Notícia está, um outro projeto, de 2009, um pouco menos audacioso, que foi apresentado pelo Executivo da cidade. Eu nunca vou esquecer da possibilidade de ter um bicicletário em pontos estratégicos, dos estacionamentos verticais e do calçadão da rua Santos Dumont. 

Aproximadamente uma década separa esses dois projeto, 30 anos se passaram desde a minha primeira imagem do Centro de Uberlândia aos dias atuais. Eu ainda vou ao Centro com frequência, ainda é passeio de família e agora com três gerações (Vó, filha e neta). Mudanças ocorreram, avanços necessários foram feitos. O Centro é vivo, pulsante, mas desgastado, ferido. A discussão é complexa porque envolve não apenas questões políticas e econômicas, mas também o desenvolvimento natural do comércio, os Centros Comerciais bem sucedidos dos bairros são o exemplo disso. Mas eu tô pra ver passarem novas décadas e continuarmos na mesma discussão. Que a revitalização não seja apenas a memória de intensões e projetos, mas melhorias efetivas, sem que o antigo se torne velho.


imagem de internet

*Clique aqui e conheça o projeto Renovar da CDL para a revitalização do Centro de Uberlândia
*Sobre os vendedores ambulantes no Centro, um projeto do Executivo Municipal está sendo colocado em andamento para disponibilizar outras áreas de trabalho.

Você pode ouvir semanalmente os artigos do blog Memória da Notícia. Clique aqui e acompanhe.
Tags: centro, Uberlândia, memória, notícia, história, revitalização, região central, Minas Gerais
 Vanessa Carlos Vanessa Carlos
Memória da Notícia

Jornalista curiosa pelas histórias de vida das pessoas e com os sentidos atentos aos fatos que fazem do cotidiano elementos de transformação. Somente conhecendo a história é possível compreender o presente e desenhar o futuro. É o que teremos aqui toda sexta-feira, fatos recentes e outros um pouco mais distantes, porém conectados. Vanessa Carlos é apresentadora do MG1, da TV Integração. Tem 20 anos de jornalismo e experiência em edição, reportagem e produção de TV, trabalhou na assessoria de comunicação da emissora e com projetos sociais. Tem passagens pela rádio Cultura FM e revista Integra.

Leia também: VOLTA ÀS AULAS, DE NOVO, MAIS UMA VEZ...