Faça login na sua conta!

Ainda não tem uma conta? Cadastre-se agora mesmo!

Mega Colunistas

Colunistas

Na dúvida, vai pra CPI

Publicado em 25/06/2021 - 16:25 Por Vanessa Carlos
destaque
Créditos da imagem: Memória da Notícia

 sigla CPI caiu no cotidiano do brasileiro como um sinônimo de investigação. Outro dia, por causa de um simples sorteio de café eu ouvi alguém falando: não sei se esse sorteio está certo, vamos fazer um CPI. Na dúvida, vai pra CPI. Desconfiou se tem maracutaia, CPI. Sei não: CPI, CPI, CPI.

CPI: Comissão Parlamentar de Inquérito.

Hoje, a CPI mais conhecida é a da Covid. Em Minas Gerais, está sendo realizada a CPI da vacina, para investigar um suposto esquema de vacinação irregular por servidores do estado. Essas estão em andamento, mas tantas outras mexeram com o Brasil: CPI da Petrobrás, dos medicamentos, do mensalão, dos bancos... Há poucas semanas tive notícias da CPI do esgoto, em Patos de Minas - MG, que investiga denúncias de descaso com o saneamento básico em parte da cidade.

Se resgatarmos a memória da notícia, uma CPI tornou este tipo de investigação ainda mais popular: a CPI do PC que investigou o PC Farias, um dos assessores do ex-presidente Fernando Collor de Mello e que culminou na renúncia de Collor, em 1992, e na decisão de impeachment.

Aqui nós vamos mais longe em tempo e localização: Grã-Bretanha. Entre os séculos XIV e XVII as comissões parlamentares de inquérito começaram a ser adotadas. No Brasil, não chamava CPI, mas há registro de 1826 sobre investigação sobre as condições do Banco do Brasil. Oficialmente no Brasil a CPI tem como marco 1945/1946 e a primeira criada investigou o governo de Getúlio Vargas.

Passaram 75 anos da primeira CPI até aqui. Entre sabatinas, exposições, manobras e divulgações, passamos por todo tipo de investigação de ações públicas. O termo se popularizou, a intenção ao pé da letra é boa e o fato é que entra ano, sai ano, perto ou longe, quando o tema é público, quando tem dinheiro na história ou mexe com poder e regalias, a história mostra: uma hora ou outra vem CPI. Por que será, né?...


* Este texto teve como base informações da Câmara dos deputados e reportagens.

;

;

;

Tags: CPI, INVESTIGAÇÃO, COVID, POLÍTICOS
 Vanessa Carlos Vanessa Carlos
Memória da Notícia

Jornalista curiosa pelas histórias de vida das pessoas e com os sentidos atentos aos fatos que fazem do cotidiano elementos de transformação. Somente conhecendo a história é possível compreender o presente e desenhar o futuro. É o que teremos aqui toda sexta-feira, fatos recentes e outros um pouco mais distantes, porém conectados. Vanessa Carlos é apresentadora do MG1, da TV Integração. Tem 20 anos de jornalismo e experiência em edição, reportagem e produção de TV, trabalhou na assessoria de comunicação da emissora e com projetos sociais. Tem passagens pela rádio Cultura FM e revista Integra.

Leia também: Contadores de história, desde quando?