Faça login na sua conta!

Ainda não tem uma conta? Cadastre-se agora mesmo!

Mega Colunistas

Colunistas

AUTOMOTIVAÇÃO - O que mais é preciso para conseguir os resultados esperados por sua empresa...

Publicado em 04/05/2021 - 00:13 Por Prof. João Carlos Batista - Artigo editado em 13/05/2021 - 05:40
destaque
Créditos da imagem: https://rocharenato.com/
No artigo anterior falamos sobre a importância de se buscar a automotivação como um dos fatores determinantes para o sucesso das empresas, mas o assunto não acabou.

Vamos agora falar um pouco mais deste fator de grande relevância para o sucesso empresarial...

Podemos concluir que a motivação das pessoas e das equipes não é somente determinada pela satisfação das suas necessidades básicas, concorda? 

Existem outros fatores automotivacionais que devem, com certeza, ser levados em consideração quando o foco é termos colaboradores felizes e produtivos...

As pessoas não querem ser meros executantes de tarefas a elas delegadas. Elas querem participar do processo de forma integral. Elas querem conhecer o processo e serem parte do mesmo: da definição dos objetivos e metas, passando pela execução, e conhecendo os resultados finais de forma a identificarem o alcance ou não das expectativas.

Esta participação permite uma maior sensação de participação e responsabilidade com a realização dos objetivos da empresa. É preciso dar oportunidade às pessoas para dizerem o que pensam, escutar suas ideias, e sugestões para a melhoria dos produtos e serviços da organização, dando valor e feedback em relação às mesmas. 

Os fatores, ou recursos que propiciam a automotivação têm uma contribuição direta na qualidade de vida das pessoas e na qualidade dos produtos. É a força que impulsiona o envolvimento e o compromisso das pessoas, proporcionando um ambiente harmônico, saudável e que satisfaça os interesses da organização e do indivíduo. 

Podemos considerar, conforme a literatura,  dois fatores importantes neste processo:

FATORES GRATIFICADORES

- Salário justo e em dia. 
- Plano de benefícios. 
- Plano de carreira (perspectivas profissionais e oportunidades de crescimento). 
- Participação nos lucros. 
- Premiações (metas, resultados). 
FATORES MOTIVACIONAIS

- Valorização do trabalho. 
- Reconhecimento. 
- Elogio. 
- Incentivo. 
- Ambiente de trabalho. 

É importante ressaltar que os fatores gratificadores por si só não estimulam a automotivação, mas podem se tornar causa de desmotivação das pessoas se forem retirados ou insatisfatórios

Um ambiente de trabalho seguro e saudável por si só não irá automotivar os colaboradores a ponto de trabalharem melhor, porém os deixará satisfeitos o bastante para que outros fatores possam automotivá-Ios. Por outro lado, se as condições de trabalho causam insatisfação, as pessoas tornam-se desmotivadas. Por isto a importância contínua da análise do clima organizacional, com ações efetivas para mantê-lo saudável.

Enquanto vimos que os fatores gratificadores estão mais vinculados à empresa, os fatores automotivacionais estão mais ligados ao líder. E, é através da sua atuação, procurando implementar ações que possam estimular a sua equipe, promover a integração e a valorização do indivíduo e do seu trabalho que as pessoas podem se sentir como uma verdadeira equipe motivada para o trabalho.  Diante disto lembre-se, a preparação adequada dos líderes de sua empresa pode ser fundamental para a garantia da automotivação de seus colaboradores.

Nesse cenário, o reconhecimento exerce um papel fundamental na automotivação das pessoas. Através do elogio as pessoas sentem-se incentivadas, reconhecidas e automotivadas a agirem cada vez de maneira melhor e mais comprometida, afinal, uma pessoa motivada (ou automotivada), além de gerar qualidade, produz um clima de trabalho no qual as pessoas se sentem bem, gerando considerável interação social na equipe. 

Para estimular e manter a equipe automotivada, o líder pode aplicar as seguintes ações: 

- Dar aos colaboradores as informações necessárias para a realização de um bom trabalho (comunicação clara e objetiva); 
- Criar canais de comunicação fáceis de usar (e-mail, quadro avisos, “porta aberta” – acesso ao líder). Como sugestão, para que como líder não seja interrompido continuamente em suas atividades,   estabeleça um horário fixo para atendimento dos colaboradores. Isto lhe permitirá estar com as portas abertas para a comunicação e ainda garantir o espaço necessário para o foco e concentração das atividades individuais existentes; 
- Dar feedback regular aos funcionários (elogios e oportunidades de melhoria); 
- Solicitar ideias aos colaboradores e envolvê-los em decisões sobre suas funções (participar do processo); 
- Saber dos próprios funcionários sobre aquilo que os automotiva (necessidades e expectativas); 
- Reconhecer publicamente as pessoas e a equipe, pois o elogio incentiva, eleva a autoestima, e automotiva, mas lembre-se: Elogie em público, critique em particular
- Promover reuniões destinadas a celebrar o sucesso do grupo; 
- Propiciar desafios (O ser humano é movido a desafios. Mas cuidado para não estabelecer metas impossíveis. Isto desmotiva); 
- Dar condições à equipe para realizar o trabalho da melhor forma possível. Disponibilize recursos, tangíveis e intangíveis, de acordo com as necessidades das tarefas a serem realizadas. Isto inclui tempo suficiente e capacitação para tal; 
- Reconhecer as necessidades pessoais de colaboradores; 
- Usar a avaliação de desempenho (sem esquecer, podendo ser considerada primordial, da análise de perfil) como base para a promoção. 

Entretanto, deve-se levar em conta que o que automotiva uma pessoa não é o mesmo que automotiva outra, e que não há uma fórmula única para conquistar o entusiasmo de toda a equipe. 

Ter uma equipe automotivada não é uma tarefa das mais fáceis. Não há uma fórmula mágica para automotivar, por isso, é necessário combinar uma série de atitudes essenciais ao comportamento humano e que podem gerar a automotivação dos colaboradores, estimulando-os a contribuir com qualidade para os melhores resultados das empresas. 

- Diante de tudo isto, não deixe de garantir a capacitação adequada e necessária de todos os colaboradores que exercem a função de liderança em sua empresa. Eles certamente são a chave para o alcance dos resultados supra referenciados!!!

- Agradecimentos especiais ao sempre amigo Prof. Ricardo Mendonça, que há anos contribuiu significativamente para o conhecimento relacionado ao tema administração e liderança, e cuja amizade e aprendizado agregaram grande valor e conhecimento à minha pessoa.


ATENÇÃO:
- Agora temos um canal de comunicação onde você poderá sugerir temas para nossa coluna. Basta clicar no link abaixo e fazer parte de nosso grupo "MEGAMINAS - COLUNA JC" onde poderá sugerir, em tópicos, temas a serem abordados em meus artigos. Uma observação importante: O grupo não se destina a respostas relacionadas a dúvidas, portanto não haverão interações de minha parte ou por parte de minha equipe. o Link para fazerem parte de nosso grupo é: https://chat.whatsapp.com/H1ZOUACghRPFPCQyxdxhF5
Tags: Administração, gestão, empreendedorismo, inovação, liderança, sucesso, competências, gerenciamento, sucesso,
 Prof. João Carlos Batista Prof. João Carlos Batista
Gestão & Empreendedorismo

Apaixonado pelo que faz, estudioso e atuante na área de consultoria empresarial, bem como na área de treinamento, experiência como docente na UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora) e Faculdade Metodista Granbery, integrante voluntário do Rotary International, onde atuou como Presidente do Rotary Club Juiz de Fora Norte no ano rotário 2018/2019, fundador e diretor executivo da Treinar Gestão Empresarial e Treinar Escola de Negócios a Distância, dentre outras significativas atuações como gestor em sua carreira profissional, o Prof. João Carlos Batista disponibilizará nesta coluna conteúdo relevante sobre “Gestão & Empreendedorismo”, com dicas, notícias e novidades relacionadas ao mundo empresarial, buscando auxiliar empresários e empreendedores no desenvolvimento de ideias, projetos, criação, organização, gestão e busca contínua do sucesso de seus empreendimentos. " www.treinarvirtual.com.br "

Leia também: Desafios de um mercado pós pandemia