Faça login na sua conta!

Ainda não tem uma conta? Cadastre-se agora mesmo!

Mega Colunistas

Colunistas

Por que temos medo de empreender?

Publicado em 17/10/2021 - 17:57 Por Marcela Mesquita
destaque
Créditos da imagem: Canva
A primeira vez que tentei empreender na vida foi aos 7 anos de idade. Uma prima e eu tivemos a "brilhante" ideia de fazer chup-chup para vender no colégio. Ela voltou com todos pra casa (derretidos) porque não vendeu nenhum. Já eu voltei sem nenhum (uaaaau). Mas também sem nenhum centavo no bolso! 

Naquele dia não aguentei a "pressão" dos amigos pedindo e acabei distribuindo o produto pra turma! Foi a primeira e quaaase última vez que empreendi.

Poderia ter sido a última vez se a pandemia não tivesse mexido tanto comigo e com a minha visão de futuro! Vou explicar! 

O Comunicação do Bem surgiu para ajudar pequenos empresários e empreendedores que foram prejudicados logo no início da pandemia. A ideia era compartilhar dicas gratuitas sobre comunicação e marketing e afirmo com toda certeza: aprendi bem mais do que ensinei com o projeto.

Em quase 02 anos me encantei pela coragem de quem já empreendeu, de quem se reinventou, reergueu, mudou de vida… de quem soube cair e levantar. Tudo o que aprendi com as experiências que compartilhei nesse tempo, me transformou. 

A vida inteira acreditei que o "mais seguro" era batalhar muito para ter um bom emprego (o que de fato aconteceu e não é ruim). É muito mais confortável fazer parte de um ótimo time e ter um salário caindo na conta todo fim de mês! Mas entendi que não podemos depositar tudo em uma única empresa, em um único projeto. 

Eu sou muito feliz com o meu trabalho, gosto demais de ser repórter. Só que, de um tempo pra cá, passei a sentir falta de trabalhar com algo que fosse a "minha" cara e que tivesse a "minha" essência. A Marcela que digita aqui hoje é a Marcela que a Globo nunca mostrou, uma Marcela que nem eu conhecia.

Foram meses pensando, criando coragem… e, enfim, tirei um sonho do papel: lancei o meu curso online. Ainda nem acredito que o projeto nasceu, muito menos que me tornei uma empreendedora. O projeto é a "incerteza" do que posso alcançar. Um crescimento sem limites é muito mais do que sonhei um dia!

Não foi (está sendo) fácil, por isso quero compartilhar aqui algumas dicas que me ajudaram a empreender. 

#1 Planejamento 
Ter um planejamento é fundamental para quem quer investir no próprio negócio. A segurança financeira deixa o processo mais seguro, mais leve e evita que o prejuízo (que pode acontecer) traga grandes impactos em outros aspectos como no orçamento familiar. 

#2 Vai com calma 
Não aposte todas as fichas em um único projeto. Anote as vantagens e os riscos de o projeto dar certo ou não! Manter o pé no chão pode "amortecer" uma possível queda.

#3 Mantenha o plano A
Ter um emprego fixo (meu plano A) foi fundamental para o lançamento do meu curso, tanto pelo financeiro quanto pela segurança de que "tudo bem se não der certo". Se um dia o plano A não for prioridade, terei tranquilidade para decidir. 

#4 Tenha pessoas boas com você
Confie nas pessoas certas! Família, namorado e amigos mais próximos foram fundamentais em todo o processo. Eram eles quem me davam feedbacks reais, me diziam o que estava legal ou não e serviram (servem) de termômetro do conteúdo criado (por serem leigos na parte técnica). 

#5 Acredite em você 
O sucesso não vem da noite pro dia. Se você não acreditar que vai dar certo, quem mais vai apostar em você? 

Termino meu texto filosofando com Guimarães Rosa: 

"O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem".